24 março 2015



As pedaladas que o meu eu dava na bicicleta eram tão intensas. 30 km por hora e totalmente desesperado a procura por você, mesmo sabendo da minha única convicção, que nunca te terei novamente eu queria poder te ver naquela noite de domingo.Este final de semana você ouviu meu coração bater pela ultima vez. Textos incompletos como cartas extraviadas, músicas mal ouvidas como conselhos jogados fora, noites mal dormidas como uma criança que tem pesadelos e sentimentos mais bagunçados do que um jogo de quebra-cabeças. Estou auto me destruindo como um viciado em cigarro, você é meu vicio devido a este malditos sentimentos que permanecem afixado em teu olhar, como árvores que fixam suas raízes nos solos férteis da amazônia com mais de cem anos. Não posso deixar-me levar por impulsos sentimentais, quando uma das pessoas que mais amei em toda minha vida, segurou minha mão até fazer-me sentir amado, e do nada seguir por outro percurso. Em toda minha vida, pois morri quando soube que nunca mais iria segurar sua mão.Você levou meu coração junto com você. As palavras ditadas no passado agora são como socos em meu estomago. Simplesmente não paro de sangrar, sangue escorre pelos meus braços enquanto minhas mãos cortam o ar que vem do horizonte.Estávamos deitados sobre a grama de final de um outono que já estava me causando calafrios pela chegada do inverno. Você começou a desmaterializar-se me deixando sozinho. Ainda recordo-me você e eu sentados tomando café juntos no pior melhor café da cidade, e agora… Você tornou-se a pessoa mais insípida ao ouvir meu coração bater pela última vez.

2 comentários:

  1. Que perfeito. Não ter título deu um ar de que isso tenha acontecido de verdade. Espero que não. =/

    http://FStefen.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3
      as vezes o autor empresta sua personalidades aos personagens..

      Excluir

* Parceria? Afiliação? Peça ^.^
*Seguindo. Segue de volta? Se eu gostar do blog sim u.u
* Pode deixar seu link ai *-* Com todo o prazer eu irei visita-lo.

© Dose de Poesia. Todos os direitos reservados.
Layout produzido por: Fernanda Goulart
Com a ajuda de diversos sites de tutoriais.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo