30 setembro 2015

Livro Ilustrado de Harry Potter

livro_ilustrado_Harry_potter

É o sonho se tornando realidade! *-*
No dia seis de outubro, a editora americana Scholastic irá fazer o lançamento da versão ilustrada de Harry Potter e a Pedra Filosofal, primeiro livro da saga de J.K. Rowling. E a boa notícia é: já temos as primeiras imagens de algumas das ilustrações do livro! \o/
Todas as artes dessa nova edição ficaram por conta da ilustradora Jim Kay, responsável por criar mais de 100 ILUSTRAÇÕES COLORIDAS para o livro! Confira abaixo as primeiras artes divulgadas:

Sapatilhas Geek


Alô geek girls de plantão, descobri uma novidade que vocês vão amar. Tem uma lojista no Esty que customiza sapatilhas, a Catherine Gretschel e as disponibiliza para vendas em sua loja Aisha Voya Creations. Ela fez uma coleção de sapatilhas em glitter texturizado com estampas de personagens do mundo geek que nos amamos: tem Pikachu, cogulemo level up do Mario Broz, gatinhos de Sailor Moon, Pokebola e outros bem legais. Dá só uma olhada:




Diz no site que as sapatilhas são cobertas por várias camadas de resina de poliuretano para garantir o brilho e o glitter não gastar tão rápido. É feito em torno de uma semana e os preços variam de R$115.79 a R$221.05. A boa noticia que entregam no Brasil e ela aceita sugestões de outras estampas :)
Qual vocês mais gostaram? Eu adorei o de cérebro e das gatinhas! <3

27 setembro 2015

E se o protagonista da saga Harry Potter fosse Voldemort?

voldemort protagonista harry potter

Voldemort – A história do bruxo super do mal que não pôde matar um garoto.
AVADA KEDAVRA!
Já pensou se J. K. Rowling tivesse optado por contar sua fantástica história sobre o mundo dos bruxos pela ótica de Voldemort ao invés de Harry Potter? O Dorkly pensou e fez essas montagens super engraçadas de como seria cada um dos livros se o protagonista fosse o bruxo mais ~mauzinho~  de todos os tempos:

As plantas dos apartamentos mais famosos da tv arqui


Sempre fui fascinada por arquitetura, esses dias vi no facebook uma planta do apartamento de Friends. os fãs da serie adorariam descobrir como é o apartamento por dentro. 
Pesquisando descobri que as plantas são do designer de interiores basco Inaki Aliste Lizarralde, ele também fez a planta do apartamento da Carrie Bradshaw do Sex & the City e do Frasier Crane da série Frasier.

Amei as plantas, haha um dia irei construir as minhas proprias u.u



Atenção Pottermaníacos: a capa da invisibilidade existe!

capa-invisibilidade-hp-banner

Hora de pensar o que você faria se pudesse ficar invisível.
Esse mês tivemos duas grandes novidades sobre a capa da invisibilidade de Harry Potter.
A primeira grande notícia foi publicada pela própria J.K. Rowling no site que foi relançado, o Pottermore. A autora publicou um texto de título “The Potter Family” que conta a história da família Potter e também como a capa da invisibilidade chegou até Harry.
capa-hp-gif

A segunda novidade é que cientistas da Universidade da Califórnia revelaram que uma micro capa da invisibilidade foi criada.
Ultra fina e flexível, possui apenas 1.3 centímetros quadrados, 80 nanômetros de espessura, e pode esconder micro objetos 3D com qualquer forma, por meio de manipulação da luz, tornando-a indetectável a olho nu.
Para construir essa micro capa os pesquisadores utilizaram um artifício chamado de transformações óticas com metamateriais, que são materiais feitos artificialmente, com propriedades não encontradas normalmente na natureza. O metamaterial é coberto de minúsculas nanoantenas feitas com blocos de ouro. E são essas nanoantenas com tamanhos variáveis que desviam a luz ao redor do objeto, e que se ajustam a qualquer plano de fundo por trás dele.

micro-capa-invisibilidade
Os cientistas disseram que por enquanto seus projetos envolvem um minúsculo objeto, mas acreditam que a tecnologia pode ser usada em aplicações militares para esconder objetos maiores como veículos ou aeronaves, ou até soldados invisíveis.  Eles também afirmam que pode demorar de cinco a dez anos para usar essa tecnologia na prática.
Apesar de ser algo que os fãs de Harry Potter (e os que não são também) sonham em ter, caindo na real é no mínimo assustador imaginar que pode se tornar realidade. Já dizia tio Ben que “com grandes poderes vêm grandes responsabilidades”.
shut-up-take-my-galleons

25 setembro 2015

Animais fantasticos e onde habitam


Para quem chorou em 2011 com o ultimo filme da saga de Harry Potter, ja pode sorrir e comemorar pois no ano que vem ira aos cinemas o filme Animais fantasticos e onde habitam. 
O filme não é baseado no livro, é uma historia original feita pela propria JK Rowling 

Ficou ansioso? Vejam o video e saibam mais sobre esse filme que com certeza vai fazer a cabeça de muitos pottherad *-*




Veja 10 motivos para ficar empolgado com o filme
 
Gostou da nova novidade? O que voce espera do filme? 

O que fazer a um mês do enem


Conforme estimativa do nosso departamento de Numerologia, Desenvolvimento e Estatística, você tem tempo para fazer mais de 14 mil miojosEmoji Objects-196 até o dia do ENEM. Como o tempo pra fazer um miojo é mais ou menos o mesmo tempo para fazer uma questão do ENEM, estima que dá pra fazer ainda umas 14 mil questões de ENEM para treinar até lá.

nós separamos os principais passos para fazer nesse tempo até o ENEM. Seguem as dicas!!!!Emoji Smiley-116
  1. Priorize fazer questões, procurando se adequar para fazer dentro do tempo médio de 3 minutos cada uma. Vai no site do INEP e baixe as provas anteriores. Recomendamos que você faça por blocos, tipo “ciências humanas ENEM 2015”, todas na sequência. Não vai fazer – please Emoji Smiley-120 – uma questão, sair tomar um café, depois outra e ir no banheiro e assim por diante: Nãããooo!
  2. Prefira leituras de conteúdos que sejam mais curtas e sucintas. Não vai querer ler “A Era dos Extremos” de Eric Hobsbawn, que é um excelente livro sobre o século XX, mas é um tijolaço e de linguagem quase acadêmica. Prefira resumos pontuais.
  3. Organize-se. Foque nos estudos de uma disciplina por turno. Não adianta estudar conteúdos de geografia e português juntos. Geografia pela parte da manhã, lendo, fazendo exercícios, vendo videoaulas; português pela tarde, e assim por diante.
  4. Lembre que o ENEM se baseia mais no conhecimento adquirido do que em decorebas. Não vai querer decorar todas as fórmulas de Física, saber as datas certinhas de História ou se tornar um expert em gramática. Foque em interpretação e raciocínio lógico nesse momento e no resgate do que você já sabe.
  5. Não se torne um zumbi estudanteEmoji Smiley-88. Estude, mas lembre que a alimentação é muito importante, assim como atividades sociais e esportivas. Saia, se possível, fazer uma caminhada por dia (ou vá na academia), tome um café com os amigos por um tempo. Nada de estudar 15h por dia, seu cérebro não vai estar absorvendo. FrutasEmoji Objects-220 e verduras não podem faltar no cardápio (e não é conversa de vovóEmoji Smiley-70, são pesquisas que dizem isso!!!). Dormir 8h por dia também é importante.
  6. Já vá se preparando para a maratona de 2 dias, física e emocionalmente. Não troque o dia pela noite estudando. Lembre que você tem que fazer uma prova pela parte da tarde e que será a hora que você precisa estar no seu máximo. Se atualmente você tem estudado até altas horas e acordado às 14h, 15h, organize os horários, comece a acordar mais cedo aos poucos.
  7. Explique pro pai, pra mãe, pros amigos, namorado, amante, etc, que é #FocoENEM agora. Sem aquela viagem pra visitar a tia distante ou aquelas baladas loucas dos finais de semana. É só um mês agora, tem que focar!Emoji Smiley-144
  8. Tudo é estudo (e tudo não é estudo). Selecione filmes, livros, programas de tv e afins que tenham algum conteúdo. Documentários, filmes com temas históricos, livros da literatura brasileira, são bons para um relax e – mesmo relaxando – você pode estar aprendendo algo.
  9. Motivação: se você é daqueles que gostam ou precisam de motivação, esse é o momento de fazer. Coloque no plano de fundo do seu celular a frase que você se identifica tipo “Eu posso”Emoji Smiley-123, coloque de música do despertador uma música do tipo “filme do rocky balboa” ou algo que faça você acordar lembrando que é #FocoENEM. Coloque um wallpaper motivador no notebook, cole algum cartaz no seu quarto que lembre que você vai chegar no#TopoDoENEM!
  10. Só conversa não adianta. Selecionamos os principais tópicos pra ver a partir de agora!

Principais tópicos para revisar antes do ENEM

HISTÓRIA

Prefira os temas do século XIX e XX, tanto de História do Brasil quanto de História Geral, são os que mais aparecem no ENEM. Não perca tempo com História Antiga e Medieval neste momento, podem aparecer uma ou duas questões em um universo de até 20.

GEOGRAFIA

População mundial e do Brasil (é fundamental ter cuidado com os gráficos que podem aparecer inclusive em Matemática); fontes renováveis de energia e sua relação com o meio ambiente; questão da erosão e técnicas de conservação dos solos agrícolas.

FÍSICA

Fenômenos ondulatórios, consumo de energia elétrica, leis de Newton, processos de transmissão de calor.

LINGUAGENS

Gêneros literários, gêneros textuais, análise de textos literários de acordo com seus períodos, conjunções e seus sentidos, classes gramaticais associadas ao texto (referentes textuais), funções da linguagem, variações linguísticas (oralidade x escrita).

Gostou das dicas? e você como esta se preparando para o Enem? 

23 setembro 2015

Me julguem: gosto de livros tanto quanto gosto de sapatos. E daí?

Se uma mulher tem mais livros do que sapatos, casa-se com ela.

Uma vez, li por aí: "se uma mulher tem mais livros do que sapatos, case-se com ela". Me lembrei muito desta frase neste feriado, quando comprei um sapato e um livro, ambos por praticamente o mesmo valor. E fiquei pensando de que maneira estas duas peças interferem em uma relação conjugal e ainda por cima com tanto peso de decisão.
Quer dizer que uma mulher passa a ser avaliada (e qualificada) pela quantidade de calçados que tem no armário ou a variedade de obras literárias que coleciona na estante? E o pior: é isto que a torna apta ou não a juntar as escovas de dente com alguém?
“É ISSO MESMO, PRODUÇÃO?”
“Ah, Mariana, deixe de ser tão radical e extremista, garota!”
Enquanto muitos estampam esta frase nas redes sociais achando que estão defendendo a bandeira daeducação, na verdade estão reforçando um machismo intrínseco que assombra a liberdade de ser da mulher. Além de transformar o casamento em um “negócio”, no qual o “cliente” deve estar atento às ofertas do mercado.
Fiquei, então, imaginando avaliadores entrando na minha casa e observando quantos sapatos e livros eu tenho, quais suas condições de uso, a altura dos saltos e número de páginas... Qual nota será que eu receberia? Será que alcançaria a média?
Mas no final de tudo isso, eu gostaria mesmo de entender qual é a relação existente entre livros e sapatos. Não poderiam ser perfumes? Ou brincos... Ah, se o autor desta frase soubesse o tanto de lenços e cachecóis que tenho guardados e o quanto eles não interferem em meu hábito de leitura.
A impressão que tenho é de que não nos cansamos nunca de colocar rótulos nas pessoas. E eu encerro meu pensamento usando outra frase bastante batida: “não avalie um livro pela capa”. Você pode se surpreender (ou se decepcionar) com o conteúdo interno. E assim somos nós, um livro com uma capa e uma história.

22 setembro 2015

A Arte de cativar


Cativar segundo o dicionário significa impressionar uma pessoa (ou várias) com seu caráter ou jeito de ser, agir ou falar. Isso mesmo, impressionar com o caráter ou jeito de ser. Entretanto, parece-me que esse verbo está ficando obsoleto. Talvez, eu esteja errado, mas me consolo, ao saber que uma das figuras mais sábias da literatura divide a mesma opinião.
Em um mundo cada vez mais dinâmico, em que as pessoas estão sempre com pressa, perder tempo com alguém não faz parte do cardápio. A modernidade líquida com a sua fluidez apresenta um problema no que tange às relações humanas, qual seja, a dificuldade em criar laços.
Essa dificuldade foi percebida como muita sensibilidade por Saint-Exupéry, no seu magnífico (foi difícil escolher a palavra) “O Pequeno Príncipe”. Na obra, lá pela parte XXI, o principezinho encontra uma raposa, a qual lhe transmite ensinamentos sobre a arte de cativar.
“[...] Que quer dizer “cativar”? É uma coisa muito esquecida, disse a raposa. Significa criar laços.”
Cativar é uma arte que realmente está esquecida. Não queremos perder tempo com ninguém, logo não buscamos criar laços. Pelo contrário, temos necessidades de relações com facilidade em desconectar (já se perguntou por que o facebook faz tanto sucesso?). Construir laços é muito trabalhoso e leva tempo. E tempo é o que não temos no mundo líquido.
Por que devo perder tempo cativando alguém, isto é, construindo laços, se posso a cada dia ter novos “amigos”? A conta é simples – quando enjoo de alguns, troco por outros – e o melhor: a conta sempre bate. Os adultos são especialistas em fazer contas, talvez, por isso se adaptem tanto a esses relacionamentos.
A resposta à pergunta supracitada pode ser respondida por qualquer indivíduo minimamente honesto, pois esses relacionamentos podem garantir até alguma coisa, mas, amizade não é uma delas.
Para ser amigo de alguém é preciso saber cativar, e para cativar é preciso perder tempo. Criar laços é como construir uma ponte, uma vez que, se não estiver bem feita, nos faz cair. Criar laços é fazer de alguém simples, uma pessoa especial; de um em meio à multidão, a multidão em meio a um. Ou seja, é trabalhoso e ultimamente tenho a impressão de que as pessoas não gostam de sujar as mãos.
Talvez, ainda não tenham compreendido o que é cativar. Sendo assim, retiro-me para que uma amiga mais sábia que eu possa falar:
“Exatamente, disse a raposa. Tu não és nada ainda para mim senão um garoto inteiramente igual a cem mil outros garotos. E eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens também necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim o único no mundo. E eu serei para ti única no mundo...”
Ah! Agora, talvez tenham compreendido a importância de criar laços. É somente quando criamos laços que nos tornamos únicos para o outro. Só, quando nós cativamos o outro, nos tornamos importante para ele, pois só carregamos dentro de nós aquilo que não encontramos em nenhum outro lugar.
Cativar é um verbo que tem como complemento direito alguém, quem em meio a tantos se tornou único. E não há como ser único estando sempre com pressa, de modo que não esteja presente para dar um abraço ou decifrar os enigmas de um longo olhar. Também, não há como comprar um amigo em lojas ou sites de vendas. É preciso saber perder tempo para ter amigos.


“Os homens não têm mais tempo de conhecer coisa alguma. Compram tudo prontinho nas lojas. Mas como não existem lojas de amigos, os homens não têm mais amigos. Se tu queres um amigo, cativa-me.”
Perder tempo com alguém, como isso nos assusta. Aliás, a própria expressão “perder tempo” é controversa, pois não perdemos nada estando com alguém, pelo contrário, ganhamos. Entretanto, por medo ou conveniência (ou os dois) esquecemos o significado de cativar.
A bem da verdade, criar laços não é fácil, como já disse, e exige além de esforço, paciência. Paciência para esperar o cimento que mantém os tecidos coesos secar. Paciência para compreender os mistérios que permeia o outro. Paciência para conhecer, uma vez que
“A gente só conhece bem as coisas que cativou.”


Como não andamos com muita paciência, logo, não cativamos e como não cativamos, não conhecemos ninguém de verdade. Contentamo-nos em passar pela vida conhecendo apenas representações. Muito preocupados em aparecer, esquecemos como é bom ser importante para alguém, pois quando somos importantes, ainda que deixemos de existir, continuamos existindo no outro.
Existindo em função dos laços que criamos, das horas “perdidas” cativando. Existindo em cada pedacinho que respira. Existindo em cada nó que forma o laço. E como nós são pequenos, dificilmente os veremos com os olhos, mas é um erro procurá-los com os olhos, pois
“[...] só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos.”

21 setembro 2015

VIVER É DESAPRENDER. O QUE IMPORTA É QUERER


Certa vez, a vida acordou chuvosa. O dia amanheceu escuro e você se arrependeu de sair de casa sem o guarda-chuva. Seguiu andando apressado entre pedestres escondidos em si mesmos por causa da brisa congelante da manhã cinzenta; pulou poças d’água e solidão que encontrava pelo caminho, e correu para a estação de metrô que o levaria ao seu destino.
Em pé na plataforma, aguardando o próximo trem porque perdera o anterior, observou que ao seu redor só havia gente calada. Olhou para o seu lado esquerdo e viu uma menina com fone de ouvido balançando a cabeça muito lentamente, com o olhar pequeno e distante. Olhou para o lado oposto e encontrou um senhor de roupas simples; sua pele envelhecida de muitos anos sob o sol revelava seu vigor esmorecido, e sua mão direita se apoiava na bengala que parecia suportar sua própria existência.
Ao olhar para frente, viu o reflexo do seu rosto no vidro do trem que acabara de chegar. Encontrou uma expressão semelhante a de seus companheiros de viagem. Ao sentar-se dentro do vagão, pegou o celular e começou a digitar no bloco de notas: “Para onde estou indo?”.
Tem momentos em que a nossa vida chega ao limite. “Não aguento mais!”, você se lamenta consigo mesmo. Estamos cansados de procurar o sentido das coisas e de tentar entender o que parece não ter explicação. A humanidade se destrói em guerras estúpidas enquanto seu mundo interior está de ponta cabeça. São tantas cobranças, e ainda tem muita gente competitiva puxando o tapete do outro bem na nossa frente. A conta está cada vez mais cara.
Parece que vivemos em um trem lotado de pessoas que mal se olham. Há quem não respeita os assentos para idosos e gestantes. Estamos tão próximos uns dos outros, mas, ao mesmo tempo, tão distantes.
O trem segue seu rumo pré-determinado e você se inquieta. Será que a vida é só isso mesmo? Essa rotina sufocante enquanto se passam os nossos melhores anos?
É verdade que nem sempre encontraremos exatas respostas a tantos questionamentos. Porém, um dia, curiosamente aprendi que podemos mergulhar fundo nessas questões através dos nossos sonhos.
Foi assim que pedi minha licença poética… Pedi à vida que me permitisse reinventar dores, preencher ausências e pintar mistérios. Mas o que eu não sabia é que nessa viagem eu não estaria sozinha.
Pelas palavras por onde andei, conheci pessoas que também se emocionam com a simplicidade da vida. Encontrei você; e, juntos, desembrulhamos nossos porquês e os transformamos em poesia. Voamos em espaçonaves invisíveis, imbatíveis. Choramos. Rimos. Conhecemos a esperança na sua forma mais pura e sincera.
Em nossa viagem, observamos os mínimos detalhes. A solidão ganhou vida com a arte. É como o ipê rosa transformado em poema e o sol que nasceu dando bom dia à nossa saudade. Somos o ‘homem anoitecido’, de Manoel de Barros, que se sentia um trapo social. Ele saiu da sua angústia ao amanhecer nele mesmo. Porque somos o pincel que faz nascer o arco-íris depois da chuva. Somos o grito de fé pro silêncio cansado nos vagões de trem ao fim do dia.
Eu tinha um sonho fantasioso, quase impossível; eu queria escrever. Contar histórias. Hesitei por um tempo, até o dia em que as palavras de Aldous Huxley causaram um turbilhão de emoções dentro de mim: “Você nunca sentiu a sensação de ter em si alguma coisa que, para se exteriorizar, espera somente que você lhe dê a chance? Uma espécie de força excedente que você não esteja utilizando, algo assim como aquela água toda que se precipita na cachoeira em vez de passar pelas turbinas?”.
É isso. Não importa se às vezes não sabemos para onde iremos; já aprendemos a partir. Não temos medo da chuva. A vida é uma viagem incrível demais para deixarmos de vivê-la. E, apesar de estarmos perdendo trens, sempre tem outro vindo.
A cada trem que chega não somos mais os mesmos. Por mais difícil que seja a compreensão da miséria no mundo e de nossas próprias incertezas, ainda temos a capacidade de acreditar. De sonhar. Porque o que importa é querer, o resto a gente aprende.

20 setembro 2015

Livro Ed Sheeran: Uma jornada Visual chega as Bancas em novembro


A Editora BestSeller anunciou esta semana que o livro ‘Ed Sheeran: Uma Jornada Visual’ chega às livrarias do Brasil em novembro.
A capa do livro é toda verde e tem uma ilustração bem fofa do ruivinho, que aliás foi feita pelo seu melhor amigo, Phillip Butah. o livro de Sheeran conta a história da jornada de um músico desde sua infância até seu álbum mais recente, X. Além disso, diversos detalhes são revelados de um período difícil na carreira de Ed, quando ele bebia abundantemente, dormia em metrôs e não tomava muitos banhos.
Ed Sheeran é o cantor e compositor britânico que tem cativado o público americano. Com palavras de Ed Sheeran e ilustrações de seu amigo de infância, o artista Phillip Butah (que produz verdadeiras obras de arte para álbuns e singles do cantor), “Ed Sheeran: A Visual Journey” é um livro, plenamente autorizado, narrado em primeira pessoa por Ed, que conta como ele se tornou um renomado cantor e compositor.
No livro, Ed explora suas experiências musicais e principais influências, bem como o seu tempo de gravação e turnês, até o lançamento de seu segundo álbum, ‘X’. O livro revela o que impulsiona e inspira Ed para ele continuar a evoluir como artista, ao lidar com o sucesso estratosférico.
Com cerca de 100 fotografias e ilustrações, este é um livro que todos os fãs de Ed Sheeran gostariam de possuir e amar.

6 banner

Ja to apaixonada pelo livro, nao vejo a hora de chegar aqui no Brasil. Ja esta na minha lista de desejos <3 

AS MELHORES FRASES DO LIVRO: NÃO SE APEGA, NÃO! – ISABELA FREITAS



Esse livro estava na minha lista de desejados a tempo, quando ganhei li em 2 dias e foi um tapa na cara. Simplismente amei o livro, nele dizia tudo que eu estava sentindo. 
 livro conta a história de Isabela, o livro começa com um fim, sim, um fim, o fim do relacionamento de dois anos da Isabela e ela precisa lidar com isso. Descobrindo que em primeiro lugar ela precisa ser feliz sozinha, antes de querer ser feliz ao lado de alguém. Então reli de novo e trouxe para vocês: As Melhores Frases do Livro NÃO SE APEGA, NÃO

Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão (pág 14)

Se não errássemos dia após dia como saberíamos quando acertamos? (pág 16)

Chora porque sua inocência e sua pureza foram tiradas à força. Aquela menina que acreditava em contos de fadas e sonhava com um amor para sempre desaparece. Ela aprender a dar ponto nas feridas abertas e esperar que elas se tornem apenas cicatrizes. Aprende a reconstruir um coração partido e isso, talvez, seja a maior lição da sua vida. (pág 22)

O desapego é saber se desprender de tudo aquilo que te retém, faz mal e sufoca. (pág 30) 

Tudo o que você espera que o outro faça por você quando está em um relacionamento é exatamente o que você não faz por si mesmo. (pág 38)

Só é feliz a dois quem já é feliz sozinho. (pág 39)

A questão toda é que não podemos acusar o outro de não nos oferecer aquilo que já deveríamos ter. A outra pessoa não tem obrigação alguma de suprir aquilo que falta você, isso é problema seu. (pág 72)

Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo, eu nem gosto de laranja. (pág 74)

Podemos ser o que quiser, desde que lutemos por isso. (pág 75)

Nós devemos ter mais autoconfiança, isso é um dos requisitos básicos para o sucesso em um relacionamento. (pág 78)

O problema de fingir ser o que não conseguimos ser é que, no fim do dia, ainda resta o espelho pra encarar. E o espelho não nos deixa mentir. (pág 79)

Precisamos de decepções para amadurecer. Sem elas, nada seríamos. É como se cada decepção nos fosse dado um frasco de vida, e a cada vez que nos machucamos temos mais vontade de viver. (pág 83)

Coração feito de vidro. Ora quebra, ora corta. (cap 5)

Você vai se importar com pessoas que te viram as costas? (pág 101)

Você tem que aprender a conviver com suas decisões e, assim como o passado, elas não podem ser desfeitas. (pág 103)

A vida é assim mesmo… À medida que o tempo passa, as pessoas verdadeiras permanecem e as fracas vão ficando para trás. Temos que levar a vida como uma eterna viagem, na qual os momento permanecem e as pessoas passam. (pág 104)

Visitem o blog dela: http://isabelafreitas.com.br/
Gostou do livro? deixem aqui suas opinioes 

Princesas da Disney Que dão Medo

Capa da Publicação

O artista francês, conhecido no DeviantArt pelo apelido Kasami-Sensei, resolveu criar uma galeria apresentando diversas princesas e personagens do Universo Disney de um modo que você jamais havia visto!
Branca de Neve, Cinderella, Alice, Sininho e até mesmo personagens mais recentes como as irmãs Anna e Elsa da animação Frozen, foram recriadas de uma maneira macabra, quase como uma realidade alternativa. Confira mais trabalhos do artista e a história de cada criação em seu DeviantArt!


15 setembro 2015

Sorteio de Aniversario - 1 Ano de Blog \o/


Oii meus bolinhos de arroz como estao?
No mes que vem o blog completa 1 ano de vida *---*
 como o tempo passou rapido ne? 
Eu quero agradecer a todos os seguidores que acompanharam o blog desde o inicio e por isso decidir fazer um sorteio em comemoração ao aniversario do blog 

O premio escolhido foi um exemplar do Livro do Bem + um brinde surpresa. 

O livro do bem é um dos meus xodos, sempre que estou mal ou sem nada pra fazer eu pego ele pra ler.
Aposto que quem saber vai amar o premio 

Algumas paginas do livro 







Então vamos aos passos para o sorteio? é bem simples 
  • Siga publicamente o blog 
  • Curta a Pagina no facebook   https://www.facebook.com/dosepoesia?fref=ts
  • Preencha corretamente o formulario e agora é so torcer 


O resultado sai dia 30 de Outubro <3 

Formulario 

https://docs.google.com/forms/d/1av7Y59TCGgi6cvicDCnJPTEyRtWPFZ63Sz64LP1WsL4/viewform




Uma boa sorte a todos e muito obrigada por acompanharem o blog a um ano 








12 setembro 2015

Quando a Gente tem duvida é melhor deixar ir


Não é sobre meus medos, meu passado e muito menos sobre você. Foi assim que comecei, ou melhor, terminei. Confesso que foi fácil elaborar todas essas falas, mas foi difícil jogá-las a você. É que já não era tão frio como quando você chegou. De repente derreteu e eu quis congelar novamente. É que o gelo é duro enquanto a água que o dá origem escapa fácil demais, desliza, não tem firmeza. A gente não escolhe pra onde a água vai escorrer e eu gosto de ter controle. Talvez seja esse o erro: tentar controlar tudo, até o que não se controla.

Não doeu quando eu ensaiei ir embora, mas doeu quando cê pediu pra ficar e eu tive de fazer de forte pra não voltar atrás. Não doeu quando eu gritei verdades, desengasguei palavras e vomitei tudo aquilo que tava engolindo, mas doeu quando cê disse que ia mudar. Doeu quando eu tive que ser duro contigo, porque eu sabia que tava doendo em você. Não doeu quando eu abri a porta pra ir, doeu quando eu fechei e deixei você só, lá dentro do que já podíamos ter chamado de nosso. Não doeu ir embora, mas doeu porque eu também queria ficar. E quando a gente ta em dúvida se vai ou se fica, é melhor ir de vez.


Eu não tinha certeza e entre não ter certeza e deixar eu preferi a segunda opção.É mais cômodo desistir do que tentar dar certo. E eu tive medo, confesso, do futuro: porque eu não tava preparado pra amar. Não tava preparado pra receber amor. E você já me dava amor, mesmo dizendo que não era. Igual naquela vez que levou um pedaço de bolo pra mim. Quando disse que não tinha planos, mas queria ter. Quando mexia no meu cabelo e eu vaidoso que só dizia que iria bagunça-lo, mas eu gostava. Gostava quando sentia seu toque, seus dedos passando por meus cabelos. E gostar me assusta. E entre gostar e baixar a guarda e permanecer assustado, eu resolvi sentir o medo. Igual no dia que a gente tava naquele café e eu te perguntei se você queria que durasse e cê disse que queria. Igual naquele dia que cê disse que eu te trazia paz. Igual naqueles dias que cê me esperou nos encontros que eu sempre chegava atrasado. Igual naquele dia que cê disse que agora o objetivo era acreditar em mim acima de tudo. Eu tive medo do amor.

Você até disse que achava que tava me amando e eu sabia que seria amor e corri.Porque é isso que eu faço: corro quando ta mudando, corro a qualquer sinal indicando que eu to sentindo algo, por menor que seja. Eu corro quando percebo que posso ser feliz com outra pessoa. Corro porque sou egoísta e gosto de ser só. Eu corri porque eu sabia que podia ser você e eu não queria admitir isso.

Eu não podia retribuir o que fazia por mim. Não podia ser a âncora que te segurava nessa cidade. A Avenida Paulista deve ser incrível e eu sei que cê tava louca pra conhecer essa cidade. E quando cê tiver no parque Ibirapuera lembra de mim. Sei que comigo sua liberdade é substituída por gaiola. E eu prefiro pássaros voando que presos. Acho que eu não sou seu futuro, por isso te dei adeus, mesmo querendo ficar.

Eu fugi do amor e desculpa por isso, é que eu não sei amar.

Fonte: Tumblr

18 Coisas para fazer antes dos 18 anos


Booa tarde meus bolinhos de arroz, como estao? 
hoje vim fazer uma daquelas listinha que AMOO
Ano que vem irei completar 18 anos (quero presentes u.u ), com essa idade vem aquele medo mas tambem aquela sensação de liberdade.

Decidir fazer uma listinha de 18 coisas para fazer antes de completar 18 anos. 
e tentarei cumpri todas hahaha

  1. entrar na faculdade
  2. cortar/pintar o cabelo de um jeito totalmente diferente
  3. ir a algum show ou balada 
  4. organizar uma house party 
  5. ir tomar cafe numa padaria/lanchonete de pijama 
  6. comer uma comida diferente 
  7. viajar para um lugar que nunca fui 
  8. ajudar uma pessoa necessitada
  9. fazer uma limpeza no guarda roupa e doar tudo que nao uso mais 
  10. ir no cinema sozinha 
  11. passar um trote 
  12. se jogar na piscina de roupa e tudo
  13. jogar paintball
  14. organizar uma festa surpresa pra alguem 
  15. entrar na academia
  16. conhecer algum amigo virtual 
  17. fingir que é gringo e falar outro idioma 
  18. fazer minha propria festa de 18 anos e aproveitar ao maximo a vida 


Acabei encontrando essa listinha da capricho na internet. tambem é uma opção de coisas para fazer antes dos 18 *-*  



Voce ja completou 18? fez alguma loucura? conta aqui pra gente, 
aproveita pra fazer sua propria listinha ;) 





11 setembro 2015

Aniversario de HP Lovecraft


mes passado foi aniversário de 125 anos de um dos grandes autores da literatura: H. P. Lovecraft. E hoje vim falar um pouco sobre ele e seus livros. Em 20 de Agosto de 1890 nasceu Howard Philips Lovecraft, em Providence, Rhode Island, USA. Ele foi um escritor estadunidense que se especializou no estilo horror gótico, introduzindo elementos de fantasia e ficção científica em suas histórias. Lovecraft foi criado praticamente pela mãe e pelo avô, e em sua infância foi bastante influenciada pelas obras da Ilíada e Odisseia, de Homero, e clássicos do terror gótico


Dagon foi o seu primeiro trabalho profissional, publicado em 1923 na revista Weird Tales. Lovecraft, pelo conjunto de sua obra, é, sem dúvida, o legítimo sucessor deEdgar Allan Poe. Sua obra se imortalizou com o seu nome e ele se tornou referência literária no século XX para escritores de peso como Stephen KingAlan Moore, Neil Gaiman, Robert E. Howard, entre outros. 

Suas histórias são exclusivamente voltadas para o horror, com personagens opondo-se a gnose e ao misticismo, ante o medo das trevas que se antevia adiante, e valores culturais, religiosos e morais criados por importantes movimentos: Iluminismo, Romantismo, Cristianismo e Humanismo. Ele criou o grimório Necronomicon e o Mito Cthulhu em uma série de terror sombrio e envolvente, gerando criaturas e anti-humanos saídos de pesadelos inimagináveis.

Ao longo de sua vida, Lovecraft sofreu de pesadelos terríveis, e muitos desses pesadelos foram transformados em contos. E isso, certamente, também influenciou a narrativa em seus contos em primeira pessoa e o envolvimento do narrador nos acontecimentos narrados é o elixir utilizado por Lovecraft para seduzir os seus leitores. 

H. P. Lovecraft não só influenciou escritores de peso como Neil Gaiman e Stephen King, como também se tornou influência obrigatória de bandas de rock como a italiana Abgot, a ucraniana Ossadogva, a francesa Dylath-Leen, a britânica Artic Monkey, entre outras. As obras de Lovecraft também influenciaram videogames, como: Fallout 3,DoomQuakeCastelvaniaTerraria e Call of Cthulhu.

O conto The Haunter of the Dark, de novembro de 1935, foi o seu último conto escrito e publicado. Lovecraft também usou vários pseudônimos para suas obras: Lewis TheobaldHumphrey LittlewitWard Phillips, Edward Softly. Depois de uma vida conturbada, Lovecraft faleceu em Providence, vítima de um câncer no intestino, em 18 de março de 1937. 


É isso, pessoal. Espero que tenham gostado do post de hoje, bem simples, mas para que conheçam mais sobre um dos autores mais importantes do gênero e da literatura.

© Dose de Poesia. Todos os direitos reservados.
Layout produzido por: Fernanda Goulart
Com a ajuda de diversos sites de tutoriais.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo