28 fevereiro 2017

Parceria Com a Editora Draco


Oi meus leitores, como estão? aproveitando esse clima de festa? Hoje viemos trazer mais uma novidade, durante quase 3 anos a Andross Editora foi a nossa única editora parceira, mas agora mais uma entrou para a nossa família. A editora Draco, 

Sobre a editora 


Draco. Do latim, dragão.
“A palavra dragão (em inglês, dragon) vem do grego drákon, δράκων, que deriva do verbo derkomai, “olhar”, pois seu papel no mito grego é o de vigiar tesouros cobiçados. O nome tem sido dado a criaturas mitológicas muito diversas, de diferentes culturas.”

O que o draco propõe?

Algo diferente. Invés de apenas vigiar esses tesouros cobiçados, querem também apresentá-los a todos que os buscam. Esses tesouros estão por toda parte: internet — em suas muitas facetas como blogs, sites de compartilhamento e redes sociais; computadores pessoais — escondidos por autores que são verdadeiros dragões, no sentido original da palavra; impressos — compartilhados entre amigos e familiares — e, claro, também nas estantes das livrarias por todo o país. Esses tesouros, ou podemos dizer, tesouro: a literatura fantástica brasileira.
A Editora Draco quer fazer conhecido esse imaginário brasileiro, tão único, mesmo influenciado por obras estrangeiras que chegam através de livros e outros meios.
Querem publicar autores brasileiros, aliando design, ilustrações. Que seus leitores sejam atraídos pela beleza, mas nunca deixem de se maravilhar com as histórias e personagens que nossos livros trazem.
Que os autores brasileiros possam compartilhar seus tesouros e nós, amantes de livros e literatura fantástica, possamos ajudá-los a chegar aos leitores, abrindo portões e vencendo armadilhas, criando imagens e histórias que possam ser contadas por muitos anos.
O dragão despertou e convida a todos para desfrutar desse tesouro.


Conheça alguns livros da editora


Do osso ao pó, Júlio Menezes

A década perdida é a mãe dos sobreviventesSão Paulo, os anos 80.

Aqui a “década perdida” é palco de todas as perversões possíveis, e todos aqueles que continuam a sustentar seus vícios noite após noite sentem-se como sobreviventes. Cocaína, diversão, ódio, afetos, tudo pode acontecer nos inferninhos do centro
da cidade.
No início da sua vida adulta, Eduardo Conde vê tudo sair do controle após se envolver com as drogas e o crime – e toda sorte de pessoas que esses dois elementos trazem consigo. Ele é um homem introspectivo e apático que possui algumas fixações: a obsessão pelos ossos humanos e a ideia de que qualquer pessoa pode cometer um assassinato apenas desejando a morte do outro – até mesmo dos entes queridos – sem sujar as próprias mãos.
À beira do precipício e sob os efeitos colaterais de uma vida regada a excessos, o anti-herói desta fábula perversa vai se encontrar com seus fantasmas, sem esperanças de chegar a um bom destino.
Júlio Menezes compõe em “Do osso ao pó” um relato da cena underground de uma grande cidade, na melhor tradição de autores como Charles Bukowski e Pedro Juan Gutierrez. O leitor entra de cabeça no clima paranoico de suspense, crime, sexo e violência, sem chance de retorno.


A Rainha Sombria, Vivianne Fair

Liberte o seu lado sombrio nesse mundo mágico

Jade é uma jovem universitária que perdeu a memória aos doze anos de idade. Até aí tudo bem, mas a cada dia que passa sente-se mais agressiva enquanto coisas estranhas acontecem ao seu redor. Desejos de vingança, frascos de ácido que explodem, superforça. Não pode ser só a puberdade, afinal nem todo adolescente tem tanta força assim, certo?
Quando retorna à biblioteca onde foi encontrada ferida há muitos anos, a cena se repete, mas desta vez Jade é sugada para dentro de um mundo que parece ter saído de um conto de fadas.
Lá um feiticeiro explica que há uma rainha vivendo dentro dela. Mas é uma rainha cruel e muitos virão tentar matá‑la. Tentando conviver com o mal dentro de si, Jade sai em jornada para descobrir como se libertar, tentando não morrer no processo. Mas ela terá a ajuda de heróis, então provavelmente vai dar tudo certo.
A Rainha Sombria é uma divertida aventura de Vivianne Fair, autora da série A Caçadora. Quando a definição do que é ser bom ou mau está em jogo, Jade descobrirá coisas sobre a Rainha Sombria que ninguém mais sabe. Então deverá tomar uma difícil decisão – e nessa hora é você quem vai escolher o final da história. 


Um Beijo de Morte, Luiza Salazar

Quando o Amor e a Morte estão separados por um simples beijo

Meu nome é Kat, não sei se já nos falamos. Bom, pareço uma jovem universitária normal, exceto por um detalhe: tenho o poder de matar com um simples toque. No passado, isso fez com que eu tentasse me manter isolada de todos, mas também atraiu pessoas que desejavam controlar esse dom – e aí as coisas ficaram perigosas para o meu lado. Muito perigosas.
Eu meio que iniciei uma guerra.
Só sei que agora estou não apenas envolvida, mas jogada bem no meio de tudo, parte de algo que ainda nem entendo, não sei em quem confiar ou qual é o meu papel. Sei também que há pessoas que se importam comigo e querem me ajudar a superar meus problemas. Mais ainda, me ajudar a acabar com um plano que pode levar a humanidade a mergulhar no caos. E entre eles está aquele que me faz ter medo de poder matar alguém com um toque. Ou um beijo…
Um Beijo de Morte é um romance fantástico de Luiza Salazar, a conclusão da elogiada aventura pelas sombras iniciada em Um Toque de Morte. Kat precisa tomar o controle, entender esses segredos do passado e aprender a dominar seus poderes de uma vez por todas, antes que seja tarde demais.


Ball Jointed Alice – Uma história de amor e morte, Priscilla Matsumoto

Sexy. Emotiva. Humana. Essa é a história da boneca Alice.

Frank é um homem sem esperança nenhuma. Um punk com um passado insano que, numa manhã de ressaca, acorda com uma boneca lhe desejando bom dia. Ele sabe bem quem é essa boneca e como ela se chama. Alice é uma ball jointed doll criada por Frank em seu projeto mais ambicioso: recuperar as memórias e os sentimentos por uma louquinha de mesmo nome. Mas ao tentar puxar a linha da lembrança do embolado novelo que é o passado, Frank acaba puxando a linha da tragédia. Acompanhado por seus antigos companheiros de hospício: a gothic lolita Tay, o estudante de direito Shin e a sociopata Emi, ele se envolve em um plano de vingança contra o hospital que os massacrou a alma e levou Alice à morte.
Ball Jointed Alice – Uma história de amor e morte é um sensível romance de Priscilla Matsumoto. Flutuando entre a melancolia e o erotismo, esse é um relato cru de uma juventude cínica que parece perdida, mas que sabe demais sobre a natureza do mundo para não desistir dele.

4 comentários:

  1. Olá!
    Já li um livro da editora e adoreeei!! Parabéns pela parceria. Desejo muito sucesso <3

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
  2. Nooossa, parabéns pela parceria! *-* É muito bom ver nosso blog crescer, né!

    bruna-morgan.blogspot.com

    ResponderExcluir

* Parceria? Afiliação? Peça ^.^
*Seguindo. Segue de volta? Se eu gostar do blog sim u.u
* Pode deixar seu link ai *-* Com todo o prazer eu irei visita-lo.

© Dose de Poesia. Todos os direitos reservados.
Layout produzido por: Fernanda Goulart
Com a ajuda de diversos sites de tutoriais.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo