23 agosto 2017

BEDA #23: Divulgação: Aimee Oliveira e Clara Savelli Estarão na Bienal do Livro Rio


Todas as autoras assessoradas pela EPA estarão na Bienal do Livro Rio.

Aimee Oliveira e Clara Savelli estarão o evento inteiro juntas. Elas terão alguns dias oficiais de Sessão de Autógrafos nos estandes da Autografia e da Aquário, onde os seus livros serão vendidos. Mas tanto os livros quanto elas estarão pelo evento TODO-OS-DIAS. Você pode saber mais informações no evento oficial das autoras:




E ainda será possível encontrar elas oficialmente no dia 09/09 junto com outros autores da geração Wattpad nesse evento aqui: 


Raíssa Martins estará presente na Bienal sem local fixo entre os dias 1 e 4 de setembro. Vale a pena ficar de olho nas redes sociais da autora para saber onde encontrá-la: https://www.facebook.com/ooutroladodaraposa/ e @ooutroladodaraposa no Instagram. 


22 agosto 2017

BEDA #22: 5 Metas em 5 anos



Oii meus leitores, como estão? 
Vi esse post no blog Simplesmente Criativa, eu sou canceriana, sempre gostei de traçar metas e tentar ao maximo cumpri-las, algumas delas estão na minha lits 101 coisas para fazer em 1001 dias 
e Depois que vi esse post "5 Metas em 5 anos" fiquei imaginando como eu esperaria que minha vida estivesse daqui até esse período. 

1. Estar me formando na faculdade: Engenharia é quase impossível formar em 5 anos, mas essa é minha meta, estou me esforçando para passar em todas as matérias e espero continuar assim até o final do curso

2. Tirar carteira de motorista: Eu nunca fui boa andando de nada, até hoje não sei andar de bicicleta, patins, nada, sou muito pra trás quando se trata de aprender essas coisas. 

3. Ser fluente em ingles: essa é uma meta desde 2015, mas acabo sempre deixando para depois e nunca entro no inglês, espero realmente focar e entrar num curso de inglês no semestre que vem.

4. Comprar minha moto: Como pretendo começar o estagio na cidade vizinha na minha area em breve, daí por causa do tempo perdido que terei que esperar ônibus, por isso acho que será bem melhor se eu tiver meu proprio meio de se locomover, como não tenho condições de comprar um carro, uma moto serve. 

5. Ter minha própria loja virtual: Esse também é uma das minhas metas desde 2015, já criei uma mas com a falta de planejamento, acabei não levando para frente o projeto, esse ano comecei alguns cursos de empreendedorismo e espero levar o projeto pra frente e permanecer firme. 

Essas são minhas metas até 2022, pode parecer muito tempo mas passa voando. 
Pode ser que daqui a 5 anos minha vida esteja totalmente diferente de como imaginei, ou talvez esteja melhor do que planejei. 


21 agosto 2017

BEDA #21: Poetizando na Segunda

“Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira de evitar a armadilha de pensar que você tem algo a perder. Você já está nu. Não há razão para não seguir seu coração” 
Steve Jobs


BEDA #20: 7 razões para você começar já a ler antes de dormir



Você sabia que a insônia não é mais um drama só de pessoas mais velhas? Os mais novos também estão tendo dificuldades para dormir. Assistir à séries e/ou usar o celular enquanto tenta pegar no sono é um perigo! A luz desses aparelhos eletrônicos atrapalha a produção de melatonina, hormônio que regula o sono. Então, já deu para perceber que se distrair naquele joguinho na cama, principalmente se o quarto já estiver todo escuro, não é uma boa ideia. Mas o que fazer?!

Que tal reservar aquela uma horinha antes de dormir para ler um livro? Pode ser um mais leve ou até mesmo aquela leitura obrigatória que vai cair na prova. Além de você otimizar o seu tempo – pois, com a correria do dia a dia, fica muitas vezes complicado encontrar um tempo para ler -, você vai dormir muito melhor! Abaixo, listamos algumas razões para você investir na leitura de um livro (nada de e-book, hein?) enquanto tenta pegar no sono.
1. É cientificamente comprovado que ler antes de dormir alivia o estresse
De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Sussex, na Inglaterra, em 2009, o fato de você se desligar do mundo real ao ler um livro alivia as tensões musculares e ainda diminui o ritmo dos batimentos cardíacos.

2. Os olhos ficam cansados e as pálpebras pesadinhas
Isso também acontece quando você passa muito tempo na frente da tela do celular, por exemplo. Mas, nesse caso, é porque a luz interfere diretamente na sua visão. No caso da leitura de um livro, não há nenhuma luz direcionada para o seu rosto. É puro cansaço do soninho chegando…

3. Você não fica alerta pensando nos problemas que tem para resolver
É muito comum deitarmos nossa cabeça no travesseiro e começarmos a pensar na vida. Isso nem sempre é bom, porque você pode se concentrar nos pepinos do dia a dia e acabar ficando em estado de alerta. Ao ler um livro, você se teletransporta para outro mundo e acaba se esquecendo um pouquinho dos problemas reais. É ótimo!

4. A prática te deixa mais saudável a longo prazo
Além de te deixar bem mais criativa, pesquisas comprovam que ler um pouquinho por dia exercita o cérebro e trabalha partes que, no futuro, poderiam ser afetadas pelo Alzheimer, doença que destrói progressivamente a memória.

5. O silêncio faz seu corpo relaxar
Ver TV antes de dormir funciona para algumas pessoas, mas outras acabam não sentindo sono justamente pelo som que o televisor emite. Ao ler um livro, mesmo que você escute uma música baixinha ou aposte nos audiolivros, é diferente e o corpo também interpreta aquele som de outro modo.

6. O escurinho ativa a produção de melatonina
Se você ainda não tem um abajur na sua cabeceira ou próximo à cama, talvez seja hora de investir em um de luz amarela. Além de criar um ambiente perfeitamente gostosinho para a sua leitura noturna, o combo “escurinho + livro” faz seu corpo produzir mais hormônio do sono e, consequentemente, relaxar.

7. A qualidade do sono melhora
De repente, você pode até se empolgar e ler por mais tempo do que estava pretendendo (o que também não é muito bom, hein?), mas apenas 20 minutinhos basta para o seu corpo já sentir o relaxamento causado pela leitura de um livro. A menor agitação afeta diretamente o seu sono, que se torna mais contínuo e com menos pesadelos.


BEDA #19: Livros Destruidores de Ficção Científica Que Você Precisa Conhecer



Não é de hoje que a literatura de ficção científica surpreende, com escritores como Arhur C. Clarke e Isaac Asimov. Mas muitos autores clássicos têm obras que, apesar de obscuras, continuam atuais.
Além disso, o gênero se renova a cada ano, com lançamentos que trazem discussões importantes para a sociedade. Separamos alguns livros que vão fazer bonito na sua estante e na sua mente:
Quem Teme a Morte, Nnedi Okorafor (Geração Editorial, R$ 44,90, 412 páginas)
A escritora Nnedi Okorafor escolheu representar a África, seu continente natal, no livro Quem Teme a Morte. De origem nigeriana, Okorafor narra a história de um mulher incomum que é tida como a escolhida para salvar a humanidade, numa terra devastada por uma hecatombe nuclear. Poderia ser apenas mais uma narrativa da já batida jornada do herói, de Joseph Campbell, mas a autora — que venceu os prêmios Hugo e Nebula, em 2016, pela novela Binti — dá um olhar único à história. 

Estação Perdido, China Mieville (Boitempo, R$ 89, 608 páginas)
Formado em antropologia social e doutor em filosofia do direito internacional, o inglês narra os conflitos do relacionamento interespécie entre a artista Lin e o excêntrico cientista Isaac Dan, que se dedica a uma pesquisa sobre "energia de crise". A trama, que venceu o prêmio Arthur C. Clarke em 2001, se passa num universo distópico habitado por seres fantásticos, mas sujeitos às menores trivialidades de nossa realidade.

odos os Pássaros do Céu, Charlie Jane Anders (Morro Branco, R$ 49,50, 480 páginas)
A autora Charlie Jane Anders não poderia escapar do tema da exclusão social em sua obra. Vencedora dos prêmios Nebula e Locus, em 2016, a trama mostra dois personagens desajustados que lutam em lados opostos de facções que querem salvar o planeta. Inspirada pelo realismo fantástico de Gabriel Garcia Márquez e Isabel Allende, Jane usa um contexto de ficção científica para refletir sobre temas como sua própria transsexualidade. 

Setup Timeout Error: Setup took longer than 30 seconds to complete.
O Conto da Aia, Margareth Atwood (Rocco, R$ 44,90, 368 páginas)
Em um futuro próximo, no qual os Estados Unidos foram substituidos por uma república totalitária, as mulheres são colocadas em categorias. Com a função de procriadora, a protagonista Offred precisa lidar com um passado no qual era casada e tinha uma filha. A obra inspirou a série The Handmaid's Tale, uma das melhores estreias do ano. 

O Perfuraneve, Jacques Lob, Benjamin Legrand, Jean-Marc Rochette (Aleph, R$ 64,90, 280 páginas)
A clássica graphic novel francesa mostra como vivem os últimos sobreviventes de um acidente climático que fez a Terra atingir os 90 graus negativos. Presos no comboio sem destino, os ricos têm o conforto dos vagões dourados a sua disposição, enquanto os pobres se espremem nos últimos carros, dando origem a uma luta de classes insana. A HQ também inspirou uma adaptação para o cinema: O Expresso do Amanhã, com direito a Tilda Swinton no elenco e direção do sul-coreano Joon-ho Bong, de Okja.

Os Despossuídos, Ursula K. Le Guin (Aleph, R$ 49,90, 384 páginas)
Influenciada pelos movimentos culturais da década de 1960, neste obra, Le Guin narra uma história fortemente marcada pelo embate entre o capitalismo e o comunismo, numa alusão à Guerra Fria marcada pelos conflitos entre dois planetas com sistemas políticos opostos. A trama se passa no mesmo universo do clássico A Mão Esquerda da Escuridão, e arrematou o combo de prêmios Nebula, Hugo e Locus, na década de 1970. 

Um Estranho Numa Terra Estranha, Robert A. Heinlein (Aleph, R$ 69,90, 576 páginas)
O autor que venceu o prêmio Hugo, em 1962, traz a história de um humano que foi criado em Marte e, ao retornar à Terra, precisa se esforçar para entender os estranhos costumes e regras de uma sociedade que ele não entende. Marco dos anos 1960, a obra se tornou um manifesto do movimento hippie graças a sua mensagem de amor e liberdade. 

Ubik, Philip K. Dick (Aleph, R$42, 240 páginas)
Além de mestre em nos fazer duvidar da realidade, Dick também é mestre em inspirar obras para o cinema, como Blade RunnerMinority Report O Vingador do Futuro — sem considerar a fantástica série O Homem do Castelo Alto. Com tantas ficções de peso, Ubikpassa quase desapercebida. Mas não se engane. A trama que conta a história de uma sociedade que mantém os mortos em stand by para que os vivos possam entrar em contato é uma das melhores histórias do escritor. Tanto que foi considerado um dos 100 melhores romances em língua inglesa pela revista Time


18 agosto 2017

BEDA #18: Primeiras Impressões do Curso de Engenharia Eletrica


Oii meus leitores, como estão?
Desde que postei sobre meu mês de julho em que tive finalmente o primeiro dia de aula, recebi algumas perguntas sobre meu curso, Engenharia elétrica. 
Antes eu cursava história, foi uma experiencia incrível lidar com pessoas com diferentes opiniões e pensamentos, o semestre que passei no curso me serviu para abrir a mente para novos caminhos. Mas eu não me sentia feliz no curso, não era a área que queria, so comecei a fazer pois minha nota tinha dado (infelizmente isso acontece com muitas pessoas) 
Tranquei e me dediquei aos estudos, eu sempre amei exatas, mas estava focada em medicina, esse semestre de 2017.2 acabei desistindo, minha cabeça estava saturada, 2 anos no cursinho pré vestibular, trabalhar e ter uma filha estava me cansando. 
Passei em diversas faculdade de engenharia, pelo enem e vestibulares. Mas como eram em salvador e eu não tinha condições de morar la agora decidi prestar o vestibular para engenharia na cidade vizinha e passei. Na faculdade onde curso, so tem duas, a civil e elétrica. 
Eu queria prestar engenharia mecatrônica, e pelo fato de engenharia civil já esta muito defasada na região onde moro e elétrica ser mais próxima de civil, optei por essa.

Minhas aulas começaram dia 2 de Agosto, e diversos dias não tive aula por causa de superlotação em sala, as vezes em uma matéria tinha 4 turmas (civil e elétrica) já que o primeiro semestre são materias básicas do curso. 

Na minha sala mesmo de elétrica tem somente 5 mulheres, isso chega a dar um pouco de receio kkkk numa sala cheia de homens. 


Até agora as aulas tem sido bem tranquilas, tenho algumas aulas de humanas, mas a maioria é de exatas. 

O curso tem me atraído bastante, principalmente nas aulas de laboratório, é muito legal fazer experimentos com maquinas e condutores elétricos. 
Meu pai já trabalha nessa area então gostei ainda mais das aulas por já ter um conhecimento teórico. 

Os garotos também são legais, são bem abertos e fiz amizades com vários. 
Os veteranos também são divertidos, já no primeiro dia de aula levaram os calouros para beber. 
Tenho muitas e boas para contar sobre alguns micos que já passei na faculdade
E ultimamente sempre chamam kkkkk 



Minha mãe e meu amigo virou para mim e perguntou "Engenharia Elétrica é aqueles caras da coelba que sobem no poste ne?" 
Eu dei muita risadas com isso. 
Engenharia elétrica é uma área no qual as pessoas de senso comum ainda tem pouco conhecimento.
Na verdade você não se forma sendo engenheiro elétrico, mas sim engenheiro eletricista. E pode trabalhar em diversas áreas, a principal é coordenar eletricistas em construções.

Como eu tive apenas 2 semanas de aula, não posso dizer muito sobre o curso. 
Mas pretendo em breve fazer posts detalhados sobre o curso <3 

Vocês cursam alguma coisa? Porque escolheram esse curso?
Me conte nos comentários.


17 agosto 2017

BEDA #17: Book Friday - Flávia Cunha


Oii meus amores, como estão? Vocês já conhecem a Flavia Cunha, parceira aqui do blog. 
Que tal Aproveitar o Book Friday para conhecer e comprar alguns livros da autora? 
Todos os livros estão em promoção, 
Loja na Amazon 







Já conhecia algum livro da autora? 
Gostou?
Deixe nos comentários sua opinião 


BEDA #16: Meu Relacionamento Com Meu... Blog - Postagem Coletiva


Oii meus amores, como estão? O que estão achando desse mês do BEDA? estão gostando? Quais posts ainda querem ver nesse mês? 
O post de hoje é uma postagem coletiva do grupo Café com blog 
No dia 31 de Agosto é considerado o dia do Blog. 
Um grande dia para nós blogueiras, e para comemorar esse mês, um dos temas da postagem coletiva foi sobre o blog. E porque não falar sobre meu relacionamento com esse meu companheiro? 

Comecei a blogar ainda em 2009, com um blog chamado Uma Otome Rockeira, onde eu falava basicamente de bandas de rock e voltado ao universo otaku, na época tambem eu tinha 10/11 anos na época, então os posts chegavam até serem bobos as vezes. 
em 2013 criei o Profeta diário que só falava sobre coisas relacionadas so mundo de Harry Potter.

Em 2013 publiquei também o meu primeiro livro "O segredo da Crisalida"
Muitas das minha opiniões mudaram, minha cabeça mudou e eu não era a mesma garota que fui quando criei esses dois blogs. decidir excluir e criar o Dose de Poesia, que focava mais no meio literario, onde eu dava dicas para novos autores publicarem e entrarem no mercado literario

Em 2016 parei o blog em março, estava difícil trabalhar, fazer cursinho pré-vestibular e cuidar do blog. Parei de postar de março até novembro
essa foi uma das coisas que senti falta, sentia falta de compartilhar com vocês meus desejos, resenhas, opiniões. mas acredito que tenha sido decisivo para mim, nesse tempo que passei afastada do blog e das redes sociais eu vivi momentos incríveis, foquei nos estudos e encontrei novas paixões, eu me descobrir

Em novembro, depois que passou o ENEM eu voltei ao blog com força total, na época eu tinha mais de 200 seguidores.
Nesses meses muita coisa mudou, eu consegui parcerias incríveis, tanto com blogs quanto autores.

Ultimamente está sendo difícil manter o blog, trabalho dois turnos e a noite estou na faculdade (deu pra perceber essa correria pois não estou conseguindo manter o BEDA no dia né? kkk mas prometo que tentarei ao máximo)

Veremos como minha vida ficara daqui para frente


E esses tem sido momentos incríveis para mim
Muito obrigada a todos os leitores e parceiros <3


E você como é o relacionamento com seu blog? 


15 agosto 2017

BEDA #15: Autora Parceira - Kézia Martins


Kézia Martins. 22 anos. Virginiana metida a perfeccionista. Considera a sua cidade o fim do mundo, mas foi lá que aprendeu a decorar versos de Caio Fernando. Escritora, autora, ilustradora  e Colunista de alguns sites conhecidos por ai. Cursa Letras, adora um bom romance e não gosta de encontrar finais para seus livros. 

Até onde vai uma verdade feita em pedaços? 

Melissa é uma garota de 17 anos feita de mentiras, ela se muda para outra cidade junto com seu pai e irmão mais novo para esquecer o passado e todo o mal que ele fez. Estava conseguindo tudo isso, já tinha quase um namorado, ótimas amigas, tirava boas notas e fazia parte do time de vôlei da escola. Estava tentando ser uma pessoa melhor, nova, diferente, mas tudo desanda quando Fernando, um velho amigo do seu passado, volta. Depois de quase dez anos sem se verem, ela imagina que agora eles passariam a se tratar como desconhecidos. 

Ou seria ela que acabou se tornando uma?

Sua vida vira de cabeça pra baixo. Fernando fica cada vez mais próximo. Matheus, o cara que pediria ela em namoro estava a traindo. Seu pai parece estar escondendo algum segredo. E ainda tem aqueles sonhos, aquelas perturbações noturnas que insistem dizer como ela era uma garota ruim. Alguém que não merece confiança porque ela mesmo mente todos os dias. O problema é que ela já não sabe se as mentiras são para si ou para as outras pessoas.

Agora ela terá que descobrir da pior maneira que nem tudo é o que parece ser.

Link direto: https://www.amazon.com.br/dp/B074CGFN4L/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1501285925&sr=8-1&keywords=o+jogo+da+verdade
Conheça o blog da autora
© Dose de Poesia. Todos os direitos reservados.
Layout produzido por: Fernanda Goulart
Com a ajuda de diversos sites de tutoriais.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo